OUTFIT | Alfredo, apetece-me algo

 

Ainda está alguém aí? Eu sei, estou a ser uma péssima bloguer. Peço desculpa mas vão ter de se habituar à este ritmo quase parado, é para ver se sentem a minha falta (kidding).
Já sei que comeram a fartazana no Natal, que apanharam um porre na passagem de ano e começaram o ano cheios de trabalhos/frequências/exames… Não? Então foi só eu, peço desculpas.
Como já devem calcular as fotos de hoje não são de hoje, já são do ano passado (olha eu a tentar fazer piadas outra vez). E tem história, claro.
Usei esta fatiota fancy para o evento do lançamento do livro da minha amiga e par além de estar feliz por ela estava radiante por ter comprado este casaco que hora parece magenta hora parece rosa choque.
Foi uma linda história de amor. Era Novembro, o frio estava a fazer-se sentir, eu estava a passear com a minha mãe e de repente vejo o casaco na Primark. Eu tentei fazer de conta que não gostava dele, não queria admitir, já sabia que a minha mãe iria vir com a pergunta da praxe “Você precisa?” e eu sabia a resposta. 
Eu tenho o hábito de, antes mesmo de examinar uma peça, a primeira coisa que olho é a etiqueta (faço isso mesmo quando estou empregada e acho que vou continuar a fazer mesmo que um dia ganhe no euromilhões), achei que o preço era adequado mas na altura estava fora de questão. Nem sequer experimentei nem nada só para não correr o risco de me apaixonar.
Um belo dia, vou eu lá a loja porque tinha de comprar só uma coisinha específica, uma prenda para uma amiga, e fui o caminho todo a dizer para mim mesma: “Vai ser entrar e sair da loja”. Pois… claro… Não resisto e obviamente que lá vou eu ver a loja toda, e caí na besteira de perguntar a uma vendedora se ainda havia o tal casaco pelo que ela me deu a melhor/pior resposta de sempre: “Ah sim já sei qual é, está ali na secção de P R O M O Ç Ã O”. Bem… vocês já me conhecem, ela disse a palavra mágica. Escolho o tamanho, experimento, olho no espelho, suspiro, e: é amor!
Sabe bem comprar roupa nova, mas comprar uma peça pela qual tu te apaixonaste, pensaste nela vezes sem conta, querias mesmo muito, com desconto, é um prazer ainda maior, não acham? 
Se quiserem me chamar de maluquinha eu também aceito, vamos continuar todos amigos na mesma.
Ah, olhem só para estas botinhas novas lindas que ultimamente não tem saído dos meus pés, já usei com calças, saias, vestidos, tudo e mais alguma coisa. Podem encontrá-la aqui.
Camisa/Shirt: Zara Studio (old) || Calça e Casaco/Coat and Trouser: Primark || Chapéu/Hat: Stradivarius (old) || Botas/Boots: c/o Oasap || Mala/Bag: c/o Black Five

                

11 Comments

  1. January 10, 2015 / 3:52 pm

    Oh, Alfredo…podes dizer a essa menina que ela é uma querida e que as suas palavras e comentários me enchem e aquecem o coração?
    Obrigada pelo teu comentário minha doce Thaisa, fiquei meia sem jeito :$ de caminho, "nossa, como cê tá gata aqui, viu?" Adorei o outfit e estas cores ficam-te tão(oooo) bem!

    Um beijo enorme, gata

    Sara Cabido | Little Tiny Pieces of Me

    • January 13, 2015 / 11:23 pm

      Saudades tuas minha linda, minhas palavras não fazem jus à tua qualidade, juro.

      Beijo <3

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *